serenatas 2014: um jeito novo de fazer!

Tradição

Meu pai me dizia que costumava fazer serenata quando estava com 2as. intenções com alguma garota. Juntava um grupo de amigos e, sem que a moça pretendida soubesse, chegavam na sua casa e preferencialmente, em alguma janela, começavam a cantar.



A moça aparecia na janela, junto com os moradores da sua casa e formavam assim uma platéia.

Meu pai me disse que houve algumas situações em que levou baldes de água do pai da sua paquera, me parece que o motivo seria um pai - bravo ou bem humorado.


Ou seja, tradicionalmente, a serenata acontecia em contextos amorosos com o objetivo de seduzir a pessoa  pretendida, o local era inusitado - o público ficava na janela e o cantor fora da casa -  e a serenata era uma forma de surpreender, já que acontecia sem que a pessoa "homenageada" soubesse.

Hoje

Diferente da tradição, atualmente a serenata, me parece, abrange outros contextos além do amoroso, pode-se fazer uma serenata para sua mãe/pai, avó/avô, um amigo querido, além disso, não necessariamente acontece em um local inusitado.


serenatas pop!

serenatas pop nasceu em 8 de fevereiro de 2010, da vontade de cantar para o outro.

Desde sua criação até hoje, dessa mistura entre o que fomos e o que queremos ser, e entre a tradição e o atual, hoje buscamos:

Simplicidade!


Que é uma palavra tão próxima e tão distante. Colocamos tantas coisas no caminho que nos distanciamos do que é simples.

Nesse ano de 2014,  um jeito novo de fazer, que busca resgatar a simplicidade e priorizar a relação sutil de cantar para uma pessoa única, apostando que essa relação seja o ponto mais forte, onde a voz, o violão, um caxixi, se tornam apenas companheiros neste processo de vínculo afetivo.